Montividiu : Administração Municipal trabalha para entregar até dezembro 600 quilômetros de estradas levantadas

Levantamento de estradas tem sido um trabalho diferenciado da administração Suely Cruvinel

Levantamento de estradas tem sido um trabalho diferenciado da administração Suely Cruvinel

Mesmo neste momento de dificuldades que vem passando as administrações municipais, com a queda brusca nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios e do ICMS, a prefeita Suely Gonçalves Cruvinel não mede esforços para poder fechar os seus dois primeiros anos de mandato com 600 quilômetros de estradas vicinais levantadas e cascalhadas. Ela reconhece que é preciso realizar um trabalho diferenciado na zona rural do município para que os produtores rurais possam fazer o escoamento de suas produções sem nenhum prejuízo.
Até o momento 500 quilômetros de estradas já receberam o benefício e até o final do ano outros 100 quilômetros serão entregues aos produtores rurais.
Nos últimos dois meses foram levantados 36 quilômetros da estrada que liga a GO – 220 (Bambú) a Escola São João Batista na Região Monte Alegre, inclusive com a construção do trevo de acesso a rodovia para que haja mais segurança aos condutores de veículos. Também foram levantadas as estradas de acesso a Colônia dos Russos e dos Teixeiras, dentre outras.
Agora estão sendo levantados 20 quilômetros da estrada de acesso ao Calcário Boa Vista e nos próximos dias outras estradas e regiões estarão também sendo beneficiadas.
Enquanto centenas de quilômetros de estradas vêm sendo levantados e transformados em verdadeiras rodovias, outros trechos vêm recebendo o patrolamento e o cascalhamento para que haja melhores condições de trafegabilidade.
Além de realizar o levantamento das estradas vicinais, a atual gestão também vem levantando as estradas de acesso as fazendas.
Para que os produtores rurais possam ser atendidos em suas reivindicações tanques para criação de alevinos e bebedouros para o gado também foram implantados.
Segundo o secretário Gesmar Alves os trabalhos vem sendo realizados diariamente de segunda a sexta –feira e a equipe conta com 01 Motoniveladora, 01 Pá Carregadeira, 01 Retroescavadeira, 06 caminhões, 01 Microônibus e 01 pessoa para manutenção.
“A determinação da prefeita Suely é que todos os produtores sejam atendidos, não importa se é pequeno ou grande, o importante é que todos devem ser beneficiados e que recebam melhorias”, frisou o secretário.
Já a prefeita Suely Cruvinel informou que as obras de levantamento, patrolamento e cascalhamento atendem a todos os produtores rurais do município, mas que diretamente em suas fazendas foram atendidos cerca de 150 pequenos, médios e grandes produtores.
“Nós não descriminamos ninguém, todos os produtores, do pequeno ao grande contribuem muito para o desenvolvimento de Montividiu, por isso o nosso atendimento é igualitário para todos. Este é um trabalho diferenciado que realizamos em nossa administração, um trabalho que não foi realizado por nenhum outro prefeito antecessor e nem mesmo pelos prefeitos goianos e brasileiros, pois geralmente o que é feito nas estradas rurais é apenas o patrolamento, mas nós entendemos que é preciso fazer mais do que isto, pois não podemos jogar dinheiro fora, é preciso fazer um trabalho duradouro para que haja economia nos gastos públicos e que o dinheiro do povo seja bem aplicado para que tenhamos resultados positivos. Deixo aqui o meu abraço a classe produtiva de Montividiu e estarei sempre a disposição de todos para fazermos grandes parcerias”, afirmou a prefeita Suely.
A prefeita finalizou seus comentários sobre a obra dizendo que não está sendo fácil manter diariamente os serviços, pois vem governando com menos recursos que os gestores anteriores. Segundo ela as receitas têm caído diariamente e as despesas triplicadas. “Com fé em Deus e apoio do povo vamos realizar um grande trabalho em Montividiu, no futuro todas as pessoas irão reconhecer este trabalho que estamos fazendo, pois estamos investindo hoje nas estradas, mas no próximo ano estaremos economizando, pois não haverá mais a necessidade de recuperar os trechos que levantamos e com este dinheiro haveremos de realizar muitas outras obras”, destacou.