Montividiu – GO : TRE – GO mantém decisão popular, Suely Cruvinel vence embate judicial

Prefeita Suely Cruvinel feliz com a decisão do TRE. Ela mostrou com orgulho o diploma outorgado pelo povo

Prefeita Suely Cruvinel feliz com a decisão do TRE. Ela mostrou com orgulho o diploma outorgado pelo povo

A Prefeita Suely Gonçalves Cruvinel (PTC) e seu vice – prefeito Estepheson André de Souza (PSD) venceu o embate judicial que vinham travando no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás desde que foram eleitos no último pleito.
Prefeita e vice obtiveram uma estrondosa vitória após o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás reformar a sentença de 1º Grau do juiz de direito Ricardo Luiz Nicoli da 140ª Zona Eleitoral de Rio Verde que havia cassado os seus diplomas sob alegação de Abuso de Poder Econômico e Captação ilícita de Sufrágio.
A sessão do TRE foi realizada no dia 13 de agosto do corrente ano quando por unanimidade dos votos do seu colegiado conheceu dos recursos impetrados pelo advogado de defesa doutor Danilo Marques Borges, mantendo assim Suely Cruvinel e Estepheson André nos cargos de prefeito e vice.
Durante a sessão o Juiz Leonardo Buissa de Freitas absteve-se de votar e o relatório foi apresentado pelo Juiz Federal Jesus Crisóstomo de Almeida que atualmente, não possui jurisdição eleitoral.
Ao reformar a sentença de 1º Grau o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás, manteve a decisão dos eleitores do município, que no último pleito, em outubro do ano passado elegeram a prefeita Suely Cruvinel e seu vice – prefeito Estepheson André pela maioria absoluta dos votos. Eles obtiveram nas urnas 3.660 votos (51,34%), contra 2.616 votos (36,70%) da candidata Jalmira Maria e 853 votos (11,96%) da candidata Débora Pedroso.
A prefeita Suely Gonçalves Cruvinel e o Vice – prefeito Estepheson André de Souza vinha se mantendo no cargo através de liminar.
Procurado por nossa reportagem a prefeita Suely Cruvinel disse que sempre confiou na Justiça Goiana e que o sentimento é de alívio, pois a decisão restabelece a normalidade administrativa no município.
“Foi mais uma grande vitória, pois o TRE manteve a decisão popular, pois fui eleita com a maioria absoluta dos votos. É sem dúvida um sentimento de alívio, porque agora ficou compreendido que nós vamos governar Montividiu nos próximos três anos e meio. Mesmo confiando na Justiça Goiana, antes vivíamos momentos de insegurança, pois poderíamos dormir prefeita e acordar uma cidadã comum, pois desde o primeiro dia da eleição travamos um embate judicial, podemos dizer que foi um casamento sem lua de mel, pois nunca tivemos o alívio de dizer que o município seria governado por nós. Podemos dizer que este ano foi mais angustiante, que o ano passado quando enfrentamos o embate eleitoral, porque naquele período tínhamos em mãos os dados das pesquisas, que nos dava uma grande vantagem. Já estou traquejada com o embate eleitoral, mas no embate judicial não existe um termômetro que mede o grau de segurança”, destacou a prefeita.
Suely Cruvinel afirmou ainda que o processo de cassação trouxe neste período instabilidade e grandes prejuízos para administração municipal.
“Posso afirmar que houve um grande prejuízo para administração municipal, pois gerou uma grande instabilidade, não só para nós, mas também para toda a equipe administrativa. E ainda gerou desconfiança junto aos fornecedores, que não tinham a confiança devida para vender para o município, porque entendiam que amanhã ou depois, não dando certo o nosso recurso, eles ficariam sem receber da prefeitura, pois não tinha certeza de quem estaria a frente da administração municipal. Mas agora é diferente, pois vencemos mais uma batalha e as coisas vão caminhar com mais facilidade. Tenho certeza que as portas vão se abrir para que possamos fazer um trabalho que Montividiu merece, pois nós gostaríamos de ter feito, mas que não tivemos a oportunidade de fazer”. Frisou.